O lema da Campanha da Fraternidade 2010 é um tapa, bem dado, dos católicos nos “evangélicos da prosperidade”.