Mc Donalds

Costumo dizer que o cristianismo não acontece aos domingos nas igrejas, mas sim de segunda a sábado, no dia-a-dia.
É em nosso cotidiano que podemos mostrar às pessoas e, sobretudo, a nós mesmos, do que somos feitos. Qual a nossa essência?
Não raro temos inúmeros frequentadores de igreja que, no fundo, não passam disto mesmo: religiosos. Pessoas preocupadas com a estética religiosa, contudo descomprometidas com a ética cristã: julgadores, arrogantes, gananciosos, opressores… Mais preocupados em parecer ser do que viver o que prega. Religiosos são mestres em afastar as pessoas de Jesus.
Ir à igreja é muito bom quando o estímulo está correto. Contudo, muitas vezes os estímulos estão errados.
Alguns vão à igreja por medo de irem para o inferno.
Outros vão à igreja pensando que assim comprarão Deus.
Alguns vão apenas por hábito religioso mesmo.
Outros para terem um convívio social.
O apóstolo Paulo de Tarso nos ensina: “Não deixem de congregar”. Vamos, sim, nos congregar, pois brasa fora de braseiro apaga, mas vamos nos analisar também: O que nos estimula a estarmos numa igreja?
Ir à igreja não faz de você um cristão, assim como ir ao Mc Donalds não faz de você um hamburguer, nem ir ao cinema faz de você um astro de Hollywood.
O que importa mais são as atitudes diárias.

046 comments

writer

The author didnt add any Information to his profile yet

Leave a Reply