Sem categoria,

MAS… QUE GRAÇA!


Ando bastante esperançosa. Tenho uma vida boa. Desde que os grandes tumultos interiores foram se acomodando, me percebo com maior alegria de viver.

Gostaria de ter conseguido assimilar a graça de Deus anteriormente. Vivi anos a fio olhando para a graça sem compreender que poderia abraçá-la e incorporá-la plenamente. Sofri todos os horrores e infernos de uma alma e consciência atribuladas pela culpa. Culpa até do que não tinha feito.

Desde pequenina ouvi, li e aprendi sobre Deus. Mas sempre tive reservas para com Ele. Medo! Medo de ofendê-lo, desagradá-lo. Sabe aquele cântico: “cuidado, olho, boca, mão e pé? Porque o Papai do céu está olhando para você???” . Este cântico, hoje, me dá pavor… Nunca cantei, nem cantarei isto para nenhuma criança. Ameaça. Muita coisa que cantei a infância toda continha um teor ameaçador, mostrando um Deus bravo, que me vigiava todo o tempo e estava pronto a me rejeitar, se eu pecasse. Não faça isto ou aquilo porque Deus não gosta… Jogavam tudo nas costas de Deus. Não me diziam: – não pode por ser desonesto, não ser ético, por prejudicar os outros.

Sei que ninguém fez isso por mal. Pensavam estar me dando a melhor educação cristã e era o melhor que tinham. Mas não quero ensinar assim para Heitor. Para ele, Deus é amor. E me ama e o ama e ama a humanidade de graça. Perdoa tudo. Limpa toda sujeira e feiúra de todo ser humano.

Custei demais aprender quem é Deus. Agora, procuro viver de acordo com o que creio. Gosto do “meu” Deus. Um Deus bom. Muito bom!!!!

Ele me ama verdadeiramente mesmo me conhecendo plenamente e sabendo que valho nada. Absolutamente não presto. Procuro fazer coisas boas. Mas não consigo alcançar os objetivos. Sou nada.
Quero parecer com Jesus. Ah! Como desejo! É uma batalha… Mas sei que sou d’Ele. E não quero continuar sendo a mesma. Para mim. Quem sou? Como sou? Olho para meu interior. Todos os dias. Penso que me perceber, admitir minhas falhas, erros, discrepâncias e também minhas qualidades faz parte do processo de viver bem a cada dia. Estou contente!!! Sinto que prosperei bastante. Só consigo viver pensando e procurando Deus. Grudou em mim. E eu n’Ele. É meu fiel companheiro. Quanto mais falo, leio, estudo e vivo, mais o amo e sei que sou amada.

Só quero ficar mais junta a Ele e, desde pequena, peço ao Senhor para que as pessoas vejam Luz de Deus em mim. Sejam influenciados e influenciadas por Jesus que habita em mim. Um Jesus que pregou e viveu o amor incondicional e pagou o preço, simplesmente por me amar.

“… A minha alegria é o Senhor que conheceu minha alma e não me desprezou…” (esqueci o restante do cântico).
Caminhar com Deus confiando n’Ele verdadeiramente faz a vida valer a pena. Creio que estou sujeita a sofrer todas as adversidades, tristezas, dores e demais fatalidades que todos os seres que estão “debaixo do sol” podem sofrer. Servir ao Eterno não significa estar a salvo dos percalços do dia a dia. Significa que Ele está junto comigo, segurando minhas mãos, afagando meus cabelos, me assentando em seu colo e me apertando junto ao peito, sussurrando aos meus ouvidos: – Não temas, porque eu te remi, chamei-te pelo teu nome, tu és minhas”. Fantástico , não?!

E o que significa ser “do eterno”?

Quem nem a morte têm poder sobre mim! Nem principados, nem potestades nem poderes deste mundo ou de qualquer outro universo. Isto é glorioso! E, tenha certeza absoluta, você não precisa fazer nada para obter tão grande privilégio a não ser aceitar que Jesus Cristo, o Messias, é o Filho de Deus, que nasceu aqui, no Planeta Terra, viveu como homem e morreu em uma cruz para redimir a humanidade de seus pecados, e, por isto eu posso ser d’ele, pois fui comprado a preço de sangue. Sangue do Filho de Deus. Pronto! É de graça, e, de graça é favor imerecido!

Abrace a graça de Deus e tenha vida plena aqui na terra e lá no céu. Ouse crer nessa verdade. Verás que a vida enche de cores, brilho e força para enfrentar, com ousadia tudo que vier.

Sandra Márcia Braga Viana é historiadora, 
gosta da vida e sempre bebe um Café com Deus!


UMA HISTÓRIA DE AMOR.


0

writer

The author didnt add any Information to his profile yet