OS “CRENTES” E A POLÍTICA: Como isto funciona?